Ricardo Freitas - Site

Receba novidades por e-mail.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

HDMI - A confusão esta formada


Esta semana visitei o Blog do Orlando Barrozo, da revista Home Theater, e deparei com uma matéria rica em comentários de um assunto que esta complicando a vida de todo mundo. Diariamente recebo e-mails e ligações de pessoas com duvidas sobre os cabos HDMI que represento e os cabos que estão no mercado, virou uma sopa de letrinhas e números, que confunde a todos, principalmente lojistas e consumidores.

No comentário de duas pessoas que admiro muito profissionalmente, o Vinicius Barbosa Lima e o Cristiano Mazza (dono da Discabos), extrai um breve resumo para orientação das pessoas que sofrem com esta duvida.

O cabo HDMI é um meio passivo de transmissão, cabendo a ele apenas suportar a banda do sinal. Não é o cabo que determina a compatibilidade entre equipamentos. Quem manda na jogada é o Chip HDMI, que vai instalado dentro de cada aparelho, para eles existem versões diferentes, da 1.0 à 1.4, para cabo não, cabo não leva chip.

Os cabos HDMI são classificados (ou deveriam ser), pela norma da HDMI Licensing, pela sua construção e qualidade (largura de banda), e não conforme a versão do chip. Já é obrigatório o uso da nova nomenclatura de classificação de cabos:

  1. Standard - Modelo básico, para sistemas de definição standard (SD), com banda de 4,95gbps.
  2. High Speed - Para sistemas que exigem tráfego intenso de dados (até 10.2gbps), e banda passante de 340Mhz, ou seja 100% compatíveis com imagens Full HD, DTS-HD MA, Dolby True HD e imagens 3D.
  3. High Speed com Ethernet - A mesma descrição do cabo High Speed, com dois canais adicionais, o de retorno de audio e o de Ethernet, que permitem aplicações de interatividade, através do chamado canal de retorno (ARC), sem alteração da largura de banda, ou seja, sem a influencia no sinal de áudio e vídeo.

Fica claro que o que manda no cabo é a largura de banda e não o nome ou apelido que damos a ele. Claro que fica difícil do cliente atestar essa largura ou acreditar no vendedor, por isso, cada vez mais, indicamos ao cliente para comprar cabos de qualidade assegurada ou de empresas idôneas que respeitam o consumidor. Desta maneira eles não serão enganados.

O sinal HDMI 3D ou não, pode ser conduzido até 20 mts., sendo que quanto mais pesado o sinal, menor será sua amplitude. Em relação a testes práticos, o sinal HDMI mais pesado que encontramos hoje seria com 1080p60, 3D e deep color (alto bit rate) e áudio de baixas perdas. Ele pode ser suportado por bons cabos de até 12 mts., alem disso percebemos certa instabilidade no sinal. O sinal com bit rate menor, sempre 3D, consegue chegar até os mesmos 20 mts., possíveis anteriormente.

Seguidores

Pesquisar este blog