Ricardo Freitas - Site

Receba novidades por e-mail.

terça-feira, 30 de junho de 2015

O que é Potência de Áudio ? E Como se Aplica para Caixas Acusticas



Muitas pessoas me consultam sobre potência de caixa acústica, pois hoje no mercado parece que é um trunfo oferecer caixas com valor de potência alto para convencer o consumidor de que é a melhor, que é o ideal, que quanto maior potencia da caixa melhor será o som.

Puro mito, procuro sempre orientar que caixa acústica não tem potência, e sim limite. Quem tem potencia é o amplificador. Sendo assim, resolvi publicar este artigo sobre Potência de Áudio.

Potência de áudio, forma simplificada de potência de audiofrequência, em equipamentos de áudio fabricados, é a potência elétrica transferida de um amplificador de audiofrequência para uma ou mais unidades de saída, conversoras, chamadas sonofletores ou alto-falantes. É a medida em potência do sinal de áudio anteriormente convertido em sinal elétrico (eletrônico) e, agora reconvertido ou recuperado na forma sonora, para os fins de utilização específica (audição). Trata-se, pois, de medida de fenômeno sensível de ondas mecânicas em um meio fluido. 
Potência de áudio é medida em unidades de potência. No Sistema Internacional se Unidades, mede-se naturalmente em watts. Pelo fato de referir-se a ondas e sinais comumente complexos em forma de onda, usa-se avaliá-la por meio de descritores de onda: valor médio, valor de pico, valor de pico-a-pico, composição espectral, distorção harmônica e outros. Costuma-se também atribuir-lhe (e até medir, com suporte normativo técnico oficial) um valor eficaz (ou RMS), o qual, embora seja apurável matematicamente, não tem sentido nem utilidade energética. É importante distinguir potência elétrica de áudio (ainda presente nos circuitos eletrônicos) de potência acústica de áudio. A razão desta para aquela é o rendimento energético do sistema sonofletor de conversão. Com efeito, apenas uma porção da potência de audiofrequência em transferência é efetivamente convertida em potência acústica. A maioria dos alto-falantes comerciais são transdutores pouco eficientes, atingindo cerca de 1% de eficiência energética. Os de qualidade mediana exibem entre 1% e 4% de eficiência energética, e mesmo os melhores não superam 20%. O restante degrada-se em calor, principalmente na bobina de voz e conjunto de magnetos. A principal razão disso é a dificuldade de se conseguir um bom casamento de impedâncias entre a unidade de acionamento e a que irradia o som para o ar.
Existe um equivoco conceitual quando associamos a potência RMS de áudio, pois embora normatizado como tal, precisa ser esclarecido. O que se chama de potencia RMS na prática é potência média. Não se deve esquecer que, no processo de conversão de energia elétrica na saída de um amplificador de áudio para um dado alto-falante, múltiplas, concomitantes e sucessivas conversões acham-se presentes: de energia elétrica para energia eletromagnética, desta para energia mecânica não sonora e, finalmente, desta  ultima, para energia sonora audível. Em todas essas conversões, há interveniência entrópica e, assim, parte da energia é convertida (degradada) em energia térmica (calor). Isso quantifica-se pela apuração do parâmetro eficiência em cada um dos estágios.
Um gráfico de potência instantânea versus tempo para uma 
forma de onda de potência com valor de pico Po e valor médio
Pmed. O valor de pico pode ser identificado com o valor PMPO
  • Aparelhos de som exibem, por canal de saída de áudio, valores de potência sonora variáveis, em função da variação do que esta sendo transferido e reproduzido. Pode-se aferir a magnitude dessa saída por meio de valores de potência média. Usa-se também apresentá-la num valor dito "potência eficaz" (RMS. do inglês Root Mean Square).
  • Alem disso, usa´se também apreciar os valores instantâneos máximos (ou de pico): são valores PMPO. Valores PMPO (Peak Music Power Output) refletem valores instantâneos de potência, havidos em intervalos de tempo mínimos e não contínuos numa dada saída de áudio.
  • Fabricantes de sistemas de áudio utilizam esse termo (PMPO) com especial ênfase por razões bastante óbvias: querem indicar um aparelho de potência (continua ou firme) mais elevada, o que tem um apelo ou significado mercadológico (ou de marketing) muito expressivo, incrementando maior colocação no mercado notadamente junto ao publico consumidor leigo.
  • Sob o aspecto normativo, é importante esclarecer que ainda não é uma medida padronizada e é muito utilizada para fins de marketing, com o intuito de divulgar potências exageradamente altas, pois expressam uma potência que o aparelho pode fornecer em intervalos  de tempo muito curtos. Por vezes, tão curto que é impossível distinguir o som reproduzido, que mais se assemelha a um estalo. Desse modo, a potência PMPO não representa a capacidade do aparelho em funcionamento normal. Seu uso não é recomendado, preferindo-se o valor de potência médio, impropriamente dito RMS.
Exemplos Práticos:
  • Um aparelho com potência de 1 Watt RMS é capaz de gerar um som constante com cerca de 90 db (equivalente a uma pessoa gritando) à um metro de distância.
  • Um aparelho com potencia de 100 Watts RMS é capaz de sonorizar, com folga, um salão de festas de 350 m² em um evento para 150 pessoas.
Normas de Referencia:
  • ABNT NBR IEC 60268-3:2010 - Equipamentos de sistemas de som - Parte 3: Amplificadores; Esta parte da ABNT aplica-se aos amplificadores analógicos e às partes analógicas e amplificadores digitais, que fazem parte de um sistema de som para aplicações domesticas ou profissionais. 
  • ABNT NBR 10307:1988 - Transformadores de faixa larga e grande potência. Esta norma refere-se a transformadores de faixa larga, transmitindo potências superior a 100 Watts

Fonte - Wikipedia
 

sexta-feira, 19 de junho de 2015

KEF - Mais Que Uma Caixa Acustica, Uma Caixa HI-FI

Quando uma empresa, resolve dar 5 anos de garantia em seus produtos, é porque tem absoluta certeza da qualidade e precisão na fabricação.
Todos os produtos da KEF são projetados com precisão e devem fornecer anos de apreciação. Entretanto, no evento improvável de haver necessidade, os produtos da KEF tem garantia contra FALHAS DO MATERIAL E/OU FABRICAÇÃO, por um período de 5 anos a partir da data de compra.
O objetivo da KEF é fabricar e fornecer caixas para um som de alta fidelidade. Mas como definimos o som de alta qualidade? A maioria dos amantes do som diria que estamos tentando reproduzir o som o mais próximo possível do original, de modo que se você fechasse os olhos, pudesse imaginar que está ouvindo a coisa real.
O máximo de proximidade que podemos alcançar depende não apenas da qualidade dos alto-falantes e da eletrônica, mas também das limitações fundamentais dos formatos de estéreo e canais múltiplos que estão atualmente em uso. Um bom sistema em uma boa sala de som pode produzir uma ilusão sonora real bastante convincente, e isto é o que a KEF quer conseguir com a musica acústica naturalmente gravada. Tentando trazer através do caráter verdadeiro dos tons dos instrumentos e das vozes, suas localizações aparentes no espaço, e manter esta exatidão por uma escala dinâmica ampla. Isto é mais fácil de ser conseguido com conjuntos e solistas em câmaras feitas sob medida onde a sala de som não é muito diferente em tamanho do local de gravação. É mais difícil fazer isto com uma orquestra inteira porque estamos tentando criar a ilusão de um espaço de um salão de concerto em uma sala de som de tamanho modesto.

  • Serie Reference
A perfeita reprodução do som gravado é o que a lendária Série Reference da KEF sempre significou. E depois de 40 anos de desenvolvimento contínuo, a Reference ganhou seu nome como padrão de engenharia acústica de alta qualidade.

  • Serie R
Apresentando muitas das mais recentes inovações da KEF em tecnologia de alto-falantes HI-FI superior e de Home Theater, a original Serie R torna os padrões genuínos dos audiófilos mais acessíveis do que nunca. O novo arranjo Uni-Q impressionantemente fluente é combinado com os novos drivers de graves potentes e muitos refinamentos engenhosos, para criar uma imagem de som rica e espaçosa de uma precisão que os aproxima dos padrões da lendária Serie Reference da KEF.
Novíssimos alto-falantes R50 habilitados para reprodução Dolby Atmos.
Os novos alto-falantes R50 da KEF habilitados para reprodução Dolby Atmos devem ser situados acima das caixas atuais do Home Theater ou na prateleira da sua estante. Tendo conhecimento de como o cérebro percebe o som, os engenheiros da KEF aperfeiçoaram uma maneira de direcionar o som para cima, de modo que ele reflita no teto e duplique a dimensão vertical das gravações Dolby Atmos.

  • Serie Q
A premiada Serie Q sempre exemplificou a convicção da KEF de que novos materiais e tecnologias podem, quando aplicados com inteligencia e imaginação, reproduzir gravações com tanta perfeição que o som não pode ser distinguido do som real. Agora isto é mais verdadeiro do que nunca. Como a mais recente expressão desta filosofia de projeto, a nova variação insere você em uma imagem tridimensional de uma riqueza e definição que até agora tinham sido uma capacidade exclusiva de caixas acústica que custam muito mais.

  • Serie C
A nova Serie C da KEF foi projetada para manter a longa tradição da empresa de fabricação de caixas que fornecem a resposta mais precisa possível pelo melhor preço. Este objetivo fornece ao ouvinte a satisfação de ouvir uma gravação com uma definição e precisão praticamente igual a de um estúdio ou show ao vivo. No caso da Serie C da KEF, este desempenho é normalmente associado a caixas com um preço muito mais elevado.

  • Serie T
Com a nova Serie T da KEF, você consegue caixas com um perfil excepcionalmente plano que geram toda a delicadeza, espaçamento e dinâmica de um design convencional de alta qualidade. Você não poderia esperar menos da KEF. Com algumas das melhores caixas do mundo a credito da KEF, tem uma historia de 50 anos de sucesso em inovação que inclui uma experiencia imbatível em Home Theater. "Nossos premiados sistemas têm sido por anos o padrão pelo qual outros sistemas são julgados"

  • Serie Ci
A paixão da KEF por excelência acústica brilha em cada modelo. Ao combinar engenharia radicalmente inovadora com tecnologias de design sofisticadas, a Serie Ci concretiza o que costumava ser considerado impossível: caixas com instalação personalizada compacta e som tão empolgante como um sistema de alta fidelidade com qualidade de audiófilo, não importa onde você esteja. Com estética impecável, existe um modelo Ci da KEF par cada aplicação, desde pequenas caixas de teto do tamanho de spots até caixas motorizadas super Premium de Home Theater que deslizam para o lugar com o toque de um botão. Todos tem resistência reforçada para ambientes rigorosos, como banheiros ou embarcações.
Algumas vezes a instalação personalizada precisa de algo especial e o Ci200.3QT da KEF é justamente isso. Facilmente configurado por controle remoto infravermelho, um motor integral DC permite que você posicione a caixa no melhor angulo apenas pressionando um botão. Quando retraído completamente, pode ser operado como uma caixa convencional montada no teto. Fornecendo o perfeito ambiente sonoro, o arranjo de um driver Uni-Q patenteado da KEF produz um som da qualidade dos audiófilos com um ambiente acústico expansivo e uma extensão de graves excelente. . Quando compartilhado com outros da variedade como o Ci130DSm é a companhia perfeita para criar um Home Theater interno de alto desempenho.

Filosofia de reprodução de áudio da KEF
Para articular a filosofia da KEF de reprodução de áudio o melhor que posso fazer é transmitir as palavras de Raymond Cooke, fundador da empresa:

" De toda a arte, a música é o mais indefinível e o mais expressivo, o mais insubstancial e o mais imediato, o mais transitório e o mais imperecível. Transformado em uma dança de elétrons ao longo de um fio o seu fantasma vive. Quando a KEF retorna a música ao seu local legítimo, seus ouvidos e mente, queremos fazê-lo da maneira mais natural que podemos, sem drama, sem exagero e sem artifícios"

sábado, 13 de junho de 2015

AMBIENTE G3 - Cortinas Motorizadas

Controlar a luminosidade do ambiente esta ao alcance da sua mão, com um simples toque no controle remoto ou na sua automação.
O grande destaque é a cortina motorizada do tipo Blackout, que promete eliminar o brilho solar excessivo na sala permitindo ao usuário assistir à filmes até mesmo durante o dia e ainda converter os raios de luz em uma iluminação difusa.  O objetivo, segundo a Ambiente G3, é de deixar o ambiente aconchegante para ver TV ou ler um livro. Com operação silenciosa, a cortina motorizada possui também isolação térmica, uma vez que possibilita bloquear o calor solar, reduzindo sensivelmente o funcionamento do ar-condicionado.
Se a sua visita não sabe que suas cortinas são motorizadas, não há problema, o motor possui a tecnologia "touch motion" que permite o deslizar suave, caso o tecido seja puxado manualmente, assim, você garante que seu motor e sua cortina não sofra danos.

  • Cortina Motorizada / Trilho Reto ou Curvo
Cortina com abertura horizontal mantem sua característica tradicional aliada a tecnologia da motorização. Sistema de abertura central ou lateral com um único motor. Disponível também na versão trilho curvo.
Cortina motorizada / trilho reto ou curvo confeccionada com tecidos exclusivos G3.

  • Rolô Motorizada
A cortina rolô motorizada combina funcionalidade, conforto e elegância dentro de um visual moderno. São confeccionadas com tela solar, blackout ou tecidos de fibra natural.

  • Romana Motorizada
A cortina romana apresenta linhas retas em sintonia com o design de ultima geração, módulos estruturados com perfis horizontais de sustentação transformam o visual da cortina tradicional em um produto moderno e discreto.

  • Double Vision Motorizada
Cortina double vision motorizada com acionamento remoto. Permite o controle da luminosidade através da sobreposição de suas superfícies horizontais translucidas. Tela com comprimento máximo de 2,45 m pode ser combinado com bandô de alumínio.

  • Painel Motorizado
Os painéis proporcionam movimento horizontal e são ótima solução para grandes espaços, como portas em varandas, divisórias, pé direito duplo e vãos de passagem. O sistema exclusivo G3 permite a motorização de 2 trilhos paralelos, diminuindo assim, o espaço necessário para a instalação.

  • Teto Motorizado
Um conceito inovador para proteção solar e térmico em coberturas transparentes. Através do seu design sofisticado e acionamento de ultima geração cria um ambiente moderno e arrojado.

  • Persiana Motorizada
Versão clássica de 50 mm apresenta design moderno e permite controle visual e térmico de acordo com o ajuste de suas laminas. Motorização disponível em grande variedade de laminas, cores e texturas. 

  • Telas Solar
Tela solar com fator de abertura de 1, 3 ou 5%. A tecnologia do tecido inteligente que atua reduzindo, de modo eficiente, os efeitos dos raios UV. A tela solar permite visão exterior e a entrada de claridade, mas o ângulo de sua trama retem a incidência direta dos raios solares.
Disponível nas cores: Branco, Bege e Cinza.

  • Blackout
A tela blackout permite o isolamento total da luz no ambiente proporcionando maior conforto térmico e privacidade.
Produzido com tecido PVC / PINPOINT nas cores: Branco, Bege e Cinza, ou material 100% Poliéster, disponível nas cores: Branco, Bege, Cinza, Preto, Laranja, Vermelho e Azul.

  • Tecidos para Romana e Painel
Tecidos Shantung, Seda, Noblet, Double Vision, Fibra Natural e Juta.

  • Controle Remoto e Temporizador
Controle remoto e 1 ou 5 canais, permitem o acionamento de cortinas no modo individual ou em grupo. Controle remoto com temporizador, programa o horário de abertura e fechamento automático de sua cortina.
Sua cortina com vontade própria, simule a presença de pessoas em sua residencia.
Troque o despertador por um novo conceito, acordar com a abertura silenciosa de suas cortinas motorizadas.

  • Tecidos Para Cortina Horizontal (Trilho Motorizado)
A Ambiente G3 dispõem de 600 tipos de tecidos para qualquer decoração: Voil, Shantung, Seda, Linho, Monofilamento, Jacquard, Microfibra, Tafetá, Gabardine, ....

Seguidores

Pesquisar este blog