Ricardo Freitas - Site

Receba novidades por e-mail.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

2011 - Mude o Mundo

Em 2011 assume a primeira mulher presidente, Dilma Rousseff. Será que isso é bom ou ruim? Será que todos os problemas que temos hoje, são herança de Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique ou do Lula? Ou será que o problema esta em nós, o povo?
  • Um povo que acredita que a ESPERTEZA que é a melhor moeda, que é sempre valorizada.
  • Onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude.
  • Onde formar uma família, baseada em valores e respeito, virou uma raridade.
  • Onde as pessoas atiram lixo nas ruas e depois reclamam do governo, por não limpar os esgotos.
  • Onde usar drogas é quase natural, mas quando o bicho pega, todos correm para a policia.

Poderia citar um monte de coisas erradas que fazemos, esses defeitos, essa esperteza brasileira congênita, essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até converter-se em casos de escândalos, essa falta de qualidade humana, mais do que Collor, Itamar, Fernando Henrique ou Lula, é que é real e honestamente ruim, porque todos eles são brasileiros como nós, eleito por nós.

Entristeço-me, porque o proximo presidente, terá que trabalhar com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos, e não poderá fazer nada.

Nós podemos mudar, erradicando primeiro os vícios que temos como povo

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

O GUIA DO TOCO

Vocês ainda acham que fui eu quem criou este Blog??

Mas não foi, este Blog tem madrinha, quem iniciou a primeira pagina foi a minha amiga e jornalista, Leticia Rio Branco. Depois eu peguei o jeito, aí foi fácil, e hoje já temos mais de 3.000 visitantes.

Mas chegou a hora de retribuir. A Leticia acaba de lançar seu livro que já é um sucesso, e o melhor que é super divertido, vale a pena terminar este ano com muitas risadas,, por isso recomendo a todos, pois alem de divertido tem as dicas para não ganhar toco.

"Todos concordam que levar um fora não é uma experiência muito agradável. Às vezes o toco é insignificante; quem deu nem era assim tão interessante. Mas tem toco que dói, porque você criou uma expectativa, deixou a cabecinha fantasiar situações românticas e no lugar delas acabou tendo que ouvir uma desculpa esfarrapada de um sujeitinho(a) que não esta nem ai para você. É hora de virar a mesa! Os dias de tristeza chegaram ao fim"

Gostaram?? então compra o livro

sábado, 11 de dezembro de 2010

CONFRATERNIZAÇÃO DE 2010

Sempre tive o sonho de poder reunir todas as revendas que atendo no Rio de Janeiro, para poder agradecer o carinho com que todos me recebem em suas empresas. Neste ano que acaba, consegui com a colaboração das empresas que represento, realizar este sonho.
Foi uma festa fantástica, regada a chope e petiscos da melhor qualidade, onde o que não faltou foi a alegria e o carinho com que todos me receberam. Era a única maneira que eu tinha para falar a todos que compareceram e aos que não não puderam comparecer MUITO OBRIGADO pelo carinho, pela paciência, pela atenção dispensada durante todo esse ano e graças a todos, hoje me sinto realizado com o trabalho que faço. O sucesso de minhas vendas só foi possível por causa destas pessoas que sempre estão me prestigiando e adquirindo os produtos que represento.
Peço desculpas pelas falhas cometidas e pelos momentos em que não pude dar a atenção que precisavam. Pois cada dia que passa aprendo cada vez mais com todos vocês.
Que em 2011, que esta chegando, possamos estar juntos durante o ano e quem sabe, no final podermos nos reunir outra vez para comemorar.

Agradecimentos especiais as pessoas que me ajudaram a realizar este sonho
  • José Maria Camello - HD LINK
  • Antonio Henrique e Luiz Telles - ELG PEDESTAIS
  • Cristiano Mazza - DISCABOS
  • Gregor Milber's e Lando Milbers - LANDO
  • Marcos Borges - MEDIAGEAR
  • Edmar Hashioka - IMPEL
  • Gladstone e Maria Estrela - SAVAGE
  • Gabriel Peixoto e Higor Fernandes - NEOCONTROL
  • Ricardo Carvalho e Vera Lucia - ART VISION




quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

HDMI - A confusão esta formada


Esta semana visitei o Blog do Orlando Barrozo, da revista Home Theater, e deparei com uma matéria rica em comentários de um assunto que esta complicando a vida de todo mundo. Diariamente recebo e-mails e ligações de pessoas com duvidas sobre os cabos HDMI que represento e os cabos que estão no mercado, virou uma sopa de letrinhas e números, que confunde a todos, principalmente lojistas e consumidores.

No comentário de duas pessoas que admiro muito profissionalmente, o Vinicius Barbosa Lima e o Cristiano Mazza (dono da Discabos), extrai um breve resumo para orientação das pessoas que sofrem com esta duvida.

O cabo HDMI é um meio passivo de transmissão, cabendo a ele apenas suportar a banda do sinal. Não é o cabo que determina a compatibilidade entre equipamentos. Quem manda na jogada é o Chip HDMI, que vai instalado dentro de cada aparelho, para eles existem versões diferentes, da 1.0 à 1.4, para cabo não, cabo não leva chip.

Os cabos HDMI são classificados (ou deveriam ser), pela norma da HDMI Licensing, pela sua construção e qualidade (largura de banda), e não conforme a versão do chip. Já é obrigatório o uso da nova nomenclatura de classificação de cabos:

  1. Standard - Modelo básico, para sistemas de definição standard (SD), com banda de 4,95gbps.
  2. High Speed - Para sistemas que exigem tráfego intenso de dados (até 10.2gbps), e banda passante de 340Mhz, ou seja 100% compatíveis com imagens Full HD, DTS-HD MA, Dolby True HD e imagens 3D.
  3. High Speed com Ethernet - A mesma descrição do cabo High Speed, com dois canais adicionais, o de retorno de audio e o de Ethernet, que permitem aplicações de interatividade, através do chamado canal de retorno (ARC), sem alteração da largura de banda, ou seja, sem a influencia no sinal de áudio e vídeo.

Fica claro que o que manda no cabo é a largura de banda e não o nome ou apelido que damos a ele. Claro que fica difícil do cliente atestar essa largura ou acreditar no vendedor, por isso, cada vez mais, indicamos ao cliente para comprar cabos de qualidade assegurada ou de empresas idôneas que respeitam o consumidor. Desta maneira eles não serão enganados.

O sinal HDMI 3D ou não, pode ser conduzido até 20 mts., sendo que quanto mais pesado o sinal, menor será sua amplitude. Em relação a testes práticos, o sinal HDMI mais pesado que encontramos hoje seria com 1080p60, 3D e deep color (alto bit rate) e áudio de baixas perdas. Ele pode ser suportado por bons cabos de até 12 mts., alem disso percebemos certa instabilidade no sinal. O sinal com bit rate menor, sempre 3D, consegue chegar até os mesmos 20 mts., possíveis anteriormente.

Seguidores

Pesquisar este blog